© 2019 DVP Brasil Bombas de Vacuo

R. Dr. Souza Brito, 122 - Cep: 13040-012 - Campinas/SP

Contato: 19 3238-7005  | 3738-7840

vendas@dvpbrasil.com.br

Criação: Endorfina Design

BOMBAS DE LÓBULOS

(TIPO ROOTS)

As bombas de vácuo volumétricas de lóbulos da série BCA são máquinas que, graças à rotação sem contato de dois rotores de dois lóbulos dentro de uma câmara de forma adequada, criam volumes e transferem ar do duto de sucção para o duto de escape. Sua operação é completamente seca, ou seja, sem lubrificante e resíduos gerados por deslizamento ou contato durante a rotação.

Os lóbulos são sincronizados através de engrenagens em uma câmara separada da parte de processo e são lubrificadas com óleo sintético de longa duração.

 

As bombas de lóbulo da série BCA são adequadas para serem acopladas aos motores elétricos padrão da série IEC 72 B5 e podem ser fornecidas em 3 configurações:

 

  • BCA sem motor

  • BCA com motor IE3

  • BCA com motor IE3 + Inversor de Frequência (AdaptShield)

  • Secagem de transformadores

  • Tratamento de óleo isolante

  • Impregnação de motores elétricos

  • Metalizadoras

  • Embaladoras para frigoríficos

  • Termoformadoras de alto desempenho

  • Fabricação de aços especiais

  • Tratamento térmico para indústria de ferramentas

  • Tratamento de madeira

  • Encapsulamento de Bobinas Elétricas

  • Encapsulamento de Transformadores a Seco

  • Encapsulamento de componentes eletrônicos

O sistema AdaptShield gerencia a operação da bomba BCA de maneira otimizada, graças a um algoritmo que controla o diferencial de pressão detectado por dois sensores colocados na porta de entrada e saída. Este sistema está integrado no inversor ao qual envia informações para gerenciar a variação da velocidade de rotação do motor elétrico, explorando assim a máxima eficiência volumétrica da bomba BCA. Além disso, o sistema AdaptShield é capaz de proteger a bomba BCA de qualquer mau funcionamento que possa ocorrer durante o uso.

No setor de vácuo, as bombas volumétricas de lóbulos devem sempre ser inseridas em série com outras bombas, geralmente de menor capacidade, denominadas bombas primárias (bombas lubrificadas da série "L"). O grupo assim formado (sistema de bombeamento "CBL") é capaz de:

  • atingir valores de pressão final absoluta muito baixos (normalmente 10 vezes mais baixos do que o que pode ser alcançado apenas com a bomba primária);

  • acelerar o tempo para esvaziar um volume fechado

  • baixo consumo de energia

  • Aumenta a velocidade do processo produtivo

  • Aumento do nível de vácuo em 10 vezes.

  • Vazão de 360 m3/h a 60 Hz

  • Baixo custo de manutenção e peças de reposição a pronta entrega

  • Garantia de 2 anos

 

BOMBAS DE LÓBULOS (ROOTS)